Sexta-feira

Origem: Malucopédia, a enciclopédia insana
20px ESTE ARTIGO É UM ESBOÇO 20px
E é muito pequeno. Se você perde tempo dando o seu cu na Rua Augusta, porque não decide editar este artigo?

Sexta-feira é o sexto dia da semana e o dia mais aguardado pelos farristas de plantão.

Na verdade a noite de sexta-feira é que é aguardada pelos farristas, pois é quando finalmente se pode afogar as mágoas em litros de cerveja (para os boêmios), azarar as gatas (para aqueles que não tem sorte no amor) fazer um programinha papai e mamãe (para aqueles que tem sorte no amor), apostar tudo no bingo (para os coroas) e procurar mulher pelas esquinas (para quem realmente não tem sorte no amor).

Outros nomes do dia[editar]

Na Holanda a sexta-feira é conhecida como Frijdag ou Dia da Mulher Frígida, por ser o dia em que as mulheres não querem dar e ficam na cama mortas, deixando seus maridos a perigo e trancafiados no banheiro, o que é uma tortura para o típico holandês viciado em sexo.

Nos países anglo-saxônicos a sexta-feria é conhecida como Friday, uma corruptela de Free day, que quer dizer dia livre. É o dia em que as pesoas ficam livres da aporrinhação do chefe e das tarefas diárias, e que todo mundo solta a franga (em todos os sentidos) e libera geral.

Nos países hispânicos a sexta-feira é conhecida como Viernes ou dia de Vênus (agora não pergunte o que tem a ver Viernes com Vênus), pois é o dia posterior à noite de amor interestelar de Vênus com Júpiter, quando ela ainda está gozando mesmo após parar de ser fodida.

No Japão a sexta-feira é conhecida como dia do ouro (nem adianta querer saber o nome em japonês), pois é o dia em que os japoneses contam seu rico dinheirinho que economizaram a semana inteira para poder desestressar e relaxar (já que o japonês acorda trabalhando e vai dormir trabalhando, eita povo batalhador).