Bromance

Origem: Malucopédia, a enciclopédia insana
Sasuke e Naruto, um típico bromance

20px ESTE ARTIGO É UM ESBOÇO 20px
E é muito pequeno. Acrescente o que vier à sua caixola.
 

Bromance é o termo em inglês para descrever rarísimos relacionamentos íntimos e absolutamente não-gays entre homens machos heterossexuais do mesmo sexo.

Com a evolução da mente humana e o desaparecimento gradual de preconceitos e mentalidades tacanhas e pré-históricas[carece de fontes], muitos casais não-gays de homens (e mulheres também) assumiram seus relacionamentos publicamente, dando um maravilhoso exemplo de mentalidade aberta.

Casais famosos[editar]

Bromance no cinema

A mídia ajudou bastante a popularizar o bromance, muito graças aos famosos que revelaram seus bromances sem medo de serem mal interpertados. Dentre os bromances famosos, os que mais se destacam são:

Juba e Lula: André di Biasi e Kadu Moliterno viveram um bromance de 20 anos até que André, o Lula, aceitou o convite para trabalhar na Rede Record e Kadu, o Juba, foi proibido pela Rede Globo de se relacionar com seu brother e amigo de fé, para sempre.

Didi e Dedé: Renato Aragão e Manfred Santana sempre foram um casal não-gay enquanto existia o grupo Os Trapalhões, mas depois da morte de Mussum e Zacarias o casal começou a se desentender e Dedé foi para o SBT.

Alguns anos depois Dedé se entendeu com Didi e voltou a ser seu capacho amigo de fé.

Pedro e Bino: O casal de caminhoneiros manteve um bromance de 30 anos enquanto pegavam mulheres nas estradas de Carga Pesada.

Xuxa e Ivete Sangalo: Embora meio mundo jure de pé junto que as duas divas sejam um casal lésbico, na verdade são um caso típico de bromance feminino.

Ver também[editar]