Britney Spears

Origem: Malucopédia, a enciclopédia insana
Ir para: navegação, pesquisa
60px-Uiquiilogo botante.gif
Para os idiotas entre nós que escolhem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Britney Spears.

Britney Spears (n. 2 de dezembro de 1981) é uma cantora e atriz de fama internacional, conhecida por sua voz, sua presença em palco e sua atuação na área da filantropia. Britney sempre se preocupou com a praga da anorexia infanto-juvenil, estimulada pela massificação da imagem de modelos magras. Como forma de combater esta meme, Britney se apresentou várias vezes em shows usando roupas minúsculas e perceptivelmente acima do peso, de forma a mostrar que gordura corporal é bem vinda, saudável e sexy. Estima-se que, por influência de Britney, as mortes de adolescentes decorrentes da anorexia tenham sido reduzidas em 48,4%, conforme gráfico abaixo:

Fake anorexia.png
Britney em campanha contra a anorexia

Britney sempre teve o maior respeito pelos idosos, e ficou indignada de ver que ídolos do passado, como Madonna, eram tratados pela mídia com desprezo e desrespeito, como se fossem dinossauros de outra época. Assim, no início de sua brilhante carreira, Britney e sua colega filantropa Christina Aguillera convidaram Madonna para cantar seu clássico semi-esquecido Like A Virgin, culminando com os beijos lésbicos de Madonna em Britney e Christina, mostrando que os idosos também tem direito a uma vida plena, inclusive o prazer sexual. A carreira de Madonna, após a força dada por suas namoradas colegas mais jovens, foi revitalizada, e agora Madonna ainda é lembrada e assistida pelas gerações mais jovens.

Solidariedade às crianças com leucemia

Britney sempre foi muito sensível às causas humanitárias, e uma parte substancial da sua renda (estima-se entre 60% e 90%) é doada para instituições de caridade. Porém, em Fevereiro de 2007, Britney, ao visitar um hospital que cuidava de crianças com leucemia, recebeu das crianças não um pedido de verba, mas um pedido de solidariedade. As crianças reclamaram que eram discriminadas porque o tratamento quimioterápico as fazia perder o cabelo, e elas sofriam risos e chacotas de seus colegas cruéis e insensíveis. Britney não teve dúvidas: raspou na hora seu cabelo a zero, e mostrou ao mundo que é errado discriminar as pessoas por sua aparência.A imprensa sensacionalista não entendeu seu gesto filantrópico, e associou o corte de cabelos ao uso de dorgas. Britney explicou que realmente era por causa das drogas, mas das drogas quimioterápicas que as criancinhas tinham que tomar. Para quem não sabe, a famosa cantora pelou a cabeça, e ficando parecida com o Nappa, pensamos que ela aderiu ao movimento insano e iria se registrar na malucopédia, porém parece mais que só foi algo para chamar a atenção, já que ela tava fudida pa cacete sem vender discos, enfim parece que não foi síndrome malucopedista ou skinheadiana e sim uma guria mimada.